Publicado em Deixe um comentário

Ligeiramente Ruiva

ligeiramente-ruiva

A moda das ruivas parece que veio para ficar. Depois que Isla Fisher apareceu nas nossas vidas, a sensação que tenho é que abrimos os olhos para as possibilidades de 50 tons de ruivo que podem ficar legais dependendo do seu gosto.

Eu sempre fui apaixonada pelos cabelos alaranjados. Só nunca tinha pensado neles como uma possibilidade pra mim, por que, para ser sincera, eu era obcecada por loiros na adolescência.

primeira-vez-pintando-o-cabelo-de-ruivo

Há uns 3 anos atrás, tomei coragem e fui no salão pintar. O resultado ficou fofo, mas de certa forma eu estranhei por conta do tamanho que meu cabelo estava. Curtinho eu não me sentia “poderosa” como eu queria. Ficou mais pra cute. Uma amiga até me deu o apelido de Moranguido! hahahaha

Com isso, acabei decidindo deixar a cabeleira crescer. E fiz planos: quando meu cabelo passasse uns 5 dedos da altura dos ombros, eu ia ficar ruiva de novo.

Eis que este momento chegou! E eu voltei a ficar medrosa. hahaha Além disso, rolou uma preguiça. Não queria ter trabalho de ir para o salão todo mês retocar a raiz, fora a grana preta que ia gastar. Por isso, comecei a procurar alternativas que pudessem ser feitas em casa e não me dessem trabalho.

A minha vantagem é que tenho um cabelo bem fácil de modificar. Das cores que já tentei pintar, nada me deu muita mão de obra. Tudo pega, quando começa a abrir a cor fica bonito, e dependendo do tom que quero chegar, não precisa descolorir. Por isso, pude me dar ao luxo de tentar algo em casa que fosse bem simples.

primeira-passada-de-tinta-vermelha

Depois de pesquisar um pouco na internet, ouvir opinião de várias pessoas, uma amiga me apresentou a Casting nº 834, cor Caramelo, da L’oreal. Apesar do nome ser este, já dá pra ver na foto da caixinha que a cor não é um tom castanho, que normalmente a gente associa quando lê “caramelo”. Ela tem um quê de ruivo e realmente era o que eu precisava: Uma cor ligeiramente ruiva. Algo que eu pudesse desistir daqui uns meses sem ter muito prejuízo.

aplicando-tintura-ruiva

O processo fácil de passar tinta de caixinha

Para quem nunca pintou o cabelo com tinta de caixinha, tirei fotos do processo pra mostrar como é prático.

1) Primeiro precisei molhar o cabelo. A tinta pega melhor com ele úmido.

2) Depois, fiz a misturinha da caixinha. Vem uma espécie de garrafinha com um líquido já lá dentro. Aí você adiciona o conteúdo de uma bisnaga e mistura bem até ficar uniforme. Fiquei com um certo medinho por que a cor da tinta ficou escura no frasco. Mas respirei fundo e deixei pra lá por que, na real, isso não tem nada a ver com o resultado final. hehe

3) Aí vem o teste de alergia e sensibilidade. Você passa um pouco da tinta no cabelo perto da nuca e deixa agir um pouco. As instruções vem direitinho na embalagem.

4) Se der tudo der certo, é só passar a tinta pelo cabelo todo, como quem passa creme / shampoo. Se certifique de passar em tudo, não deixando nenhuma área sem cobertura.

5) Espere o tempo indicado na embalagem e lave! Prontinho!

No meu caso, deixei a tinta agir uns 10 minutos a mais do que o indicado. Achei que poderia “pegar” melhor. Acho que deu certo.

Além disso, precisei passar duas vezes para que realmente do jeito que eu queria. Na primeira vez, quase não tive resultado. Eu notava o ruivo muuuuito de leve e meus amigos e cologas de trabalho nem perceberam. Já na segunda vez, com a base um pouco mais clara e aberta pro ruivo (mesmo que imperceptível), pegou melhor. Esperei duas semanas entre uma aplicação e outra.

cabelo-ruivo

Tenho a impressão de que a próxima vez que passar, vai ficar ruivo mesmo. Estou até dando um tempo maior desta vez para pintar. Como falei, não quero ficar escrava do processo.

Alguns cuidados

  • Como falei lá em cima, o cabelo tem que ter um tom “favorável” para funcionar direto com a Caramelo 834. Muita gente pinta primeiro no salão e depois usa ela para abrir o tom ou como manutenção. Fica bem legal mesmo!
  • Mesmo sendo praticamente um tonalizante, a Casting dá uma ressecada no cabelo. Tem que hidratar para não ficar com as pontas secas. Mas nada grave. Acho a boa aquelas ampolas de restauração de 3 minutos. Tem de diversas marcas, são baratinhas e costumam funcionar. A única que experimentei foi a da Pantene. Ainda não testei outra por que deu super certo pra mim.
  • Onde comprar? Qualquer farmácia ou loja de produtos de cabeleireiro.

E vocês, já pintaram o cabelo em casa alguma vez? A experiência deu certo?

Publicado em 10 comentários

Esquisitices que deixam a gente linda!

Quem já passou aquela máscara super estranha (mas muuuuito eficiente!) no rosto e deu um baita susto na casa toda? Ou já ficou um tempão com a mão na frente do ventilador para esperar o esmalte secar? E aquela cena clássica, cheia de papel alumínio no cabelo para chegar ao tom certo de louro?

Quando o assunto é beleza, fazer esquisitices é super normal e a gente ainda se diverte! Foi por isso que separamos três dicas ótimas que nós mesmas fazemos em casa e adoramos. Simples, baratinhas e rápidas. E tudo no melhor estilo trash, para te deixar ainda mais gata! hahaha Se liga só!

Para deixar sua pele livre de impurezas e com textura de bebê, aposte na máscara de leite com gelatina da Aline. É assim: misture uma colher de sopa de gelatina incolor à uma colher de sopa de leite. Aqueça no microondas por 10 segundos e voilá! Tá pronta!

Aí é só aplicar no rosto com os dedos ou pincel. Deixe agir por 10 minutos ou até secar. Depois retire sem água, apenas puxando a película.

Use a máscara no máximo uma vez por semana.

Batom: My beautiful rocket – Limecrime

Seu cabelo está oleoso e não deu tempo de lavar? A Nuta ensina o truque. Jogue um pouquinho (bem pouco mesmo!) de talco em toda a raiz do cabelo. O Talco chupa a oleosidade e disfarça aquele aspecto de sujinho. Depois é só espalhar bastante. Se precisar, use o secador de cabelo para tirar o excesso.

O cabelo fica meio durinho, mas nada que dê pra notar. E lembrem-se: é só um disfarce! Quando o cabelo tá sujo mesmo, tem que lavar!

Batom: Please me – Mac

Agora a minha dica! Para cabelos sem vida e brilho, um santo (e fedorento) remédio: vinagre! No banho, depois de lavar, despeje um pouco de vinagre em toda a extensão dos fios. Deixe agir por uns cinco minutos e enxague bem.

O vinagre age retirando os resíduos do cabelo e por isso não use com frequência, no máximo de 15 em 15 dias. E atenção: no dia do vinagre não se programe para sair. O cheiro fica no cabelo mesmo! Só no dia seguinte, depois de lavar de novo, que sai.

Batom: Cosmopop – Limecrime

E vocês, gostaram das dicas? Também tem algum hábito esquisito de beleza? Contem pra gente nos comentários!

♥ Fotos: Carolina Vianna

♥ Modelos: Aline Dias, Nuta Vasconcellos e Carol Guido