Publicado em 1 comentário

5 COISAS QUE NÃO DOU A MÍNIMA: Naetê Andreo

Nossa garota “5 coisas que não dou a mínima”da vez é a youtuber, musinha de cabelos coloridos, Naetê Andreo! Conhecemos o trabalho da Naetê quando ela fez o vídeo Sobre não ser Nem Gorda, Nem Magra inspirado no texto da Nuta, Nem gorda, nem magra aqui do blog e assim, a admiração passou a ser mútua. Ela produz um conteúdo muito legal no canal dela e também nas redes sociais. Vale mesmo o follow. Formada em Radio e TV, viciada em compras de brechó e o famoso “faça você-mesma” perguntamos pra ela quais são as coisas que ela não dá a menor importância. Vem saber (e se identificar!)

1)Roupas de marca

“Desde cedo aprendi com minha mãe que etiqueta de roupa não significa nada. Ela sempre me incentivou a desenvolver meu estilo gastando pouco, fazendo boas escolhas e fugindo da cilada que é pagar mais caro só pela marca. Abro exceções para valorizar produções sustentáveis e slow fashion, já que essas sim merecem meu apoio.”

2) Roles hypados

“É legal conhecer o role hype da moda onde a galera descolada se encontra? É. Mas quem tem meu coração mesmo, são os botecos com litrão barato e porção de provolone a milanesa.”

3) blogueiros fitness

“Parei de seguir tudo o que de alguma forma é gatilho pra mim, tirei do meu feed tudo o que colocava minha autoestima pra baixo, principalmente pessoas que ao invés de me motivar mostram uma vida perfeita  que eu nunca vou ter. Então, adeus blogueiros fitness! Gosto de gente como a gente, pessoas com uma realidade mais próxima a minha.”

4) Carreira tradicional

“Pra mim nunca foi simples me encaixar no modelo CLT de vida. Ano passado compreendi que preciso de liberdade pra fazer meus horários e priorizar meu bem estar e projetos pessoais.”

5) Conversas por Whatsapp

“Minha preguiça de falar por aplicativos é imensa! Eu gosto é de conversa cara a cara, de compartilhar uma cerveja ou um café pra falar da vida.”

Curtiu as 5 coisas que eu não dou a mínima dela? Se identificou? Se inspirou? Conta pra gente!

Pra acompanhar a Naetê: Instagram // Youtube

Publicado em Deixe um comentário

5 COISAS QUE NÃO DOU A MÍNIMA: LUIZA BRASIL

Vocês já sabem que a tag “5 coisas que não dou a mínima” nada mais é do que um espaço para divulgar mulheres que a gente admira de verdade o trabalho e a personalidade e, de quebra, saber curiosidades sobre elas. Uma das pessoas mais incríveis que nós já tivemos a sorte de conhecer e de trabalhar juntas foi sem dúvidas, a Luiza Brasil. Portanto, ela não poderia ficar de fora dessa tag.

Luiza é jornalista e produtora de conteúdo, formada em Jornalismo pela PUC-RIO e em Fashion Styling pela London College of Fashion e é leonina, com ascendente em leão. É figurinha carimbada aqui no GWS! Já foi colaboradora com textos incríveis como o “Carta para um cabelo crespo” e falou sobre relações interraciais no “Amar é: Preto no branco”. Luiza também foi a primeira mulher a ministrar um curso no nosso Espaço Criativo GWS falando sobre jornalismo de moda, tema que abordamos novamente com ela no nosso canal no youtube. Hoje Luiza trabalha com Costanza Pascolato, um dos maiores ícones da moda brasileira, tem uma coluna fixa na revista Glamour, além de colaborações para veículos como Elle BrasilGNT MTV. Luiza também tem o seu projeto pessoal, o MEQUETREFISMOS, com foco em representatividade e empoderamento racial, moda contemporânea e lifestyle urbano. 

 

 

Agora que você já tem certeza o quanto essa mulher é maravilhosa, vem saber as coisas que ela não liga nem um pouquinho: 

1) Laranja

” É bem difícil você me ver por aí usando laranja. Pelo fato de eu ser negra e por vivermos no país dos estereótipos, as pessoas acham que eu tenho que gostar de cores vibrantes. Tenho o fundo de pele amarelado e talvez por isso nunca caí de amores pela tonalidade. Amo peças coloridas? Sim! Mas dou preferência para as versões mais frias.”

2) Feed bonito

“Para mim, o feed é uma espécie da ‘vida como ela é’: um retrato do que tem acontecido com a minha vida “real”. Gosto da minha rotina bagunçada, inusitada, com altos e baixos. Acho que as pessoas têm se preocupado cada vez mais com a estética do mosaico das redes e menos com as ideias. Além de acabar com a naturalidade das redes, pode ser uma doce ilusão de um mundo de faz de conta que não existe…” .

3) Sobremesa

“Amo um belo prato de comida! Por isso, entre repetir uma comidinha ou encarar uma sobremesa, prefiro o repeteco!”

4) Unicórnios

“Beleza de unicórnio, look unicórnio, fantasia de unicórnio, pantone de unicórnio… nunca fui uma grande entusiasta, mas já deu, né gente?!”

5) Cartilhas da moda

” Tenho 1,58m, pernas curtas e grossas, além do braço cheinho. Segundo alguns ‘códigos’ de moda, seria ‘inadequado’ eu usar modelagens como transparências, pele à mostra ou até mesmo saia midi! Mais do que ficar pautada em cartilha de moda que ~dita~ o que devemos ou não usar, de acordo com critérios como tipo de corpo ou rosto, tom de pele, entre outros, sou muito a favor do autoconhecimento. Só a partir dele a gente realmente entende o que nos faz sentir bem. Sem dúvidas erros e acertos vão acontecer em meio a essas descobertas. Mas nada melhor do que proporcionar essas tentativas e ser mais “leve” com você.”

 

Curtiu as 5 coisas que eu não dou a mínima dela? Se identificou? Se inspirou? Conta pra gente! Quem vocês gostariam de ver por aqui?

Pra acompanhar a Luiza Brasil: Instagram . Pinterest . Facebook . Blog

Publicado em 4 comentários

5 COISAS QUE NÃO DOU A MÍNIMA: Marcela Ceribelli

Se você caiu de paraquedas no GWS agora, deixa a gente te explicar o que é o “5 coisas que não dou a mínima”. Na verdade é só uma desculpa pra gente divulgar mulheres incríveis e inspiradoras, que admiramos de verdade o trabalho e a personalidade. Então fique a vontade para passear pela tag e conhecer só mulheres maravilhosas! Vem saber um pouco mais da garota da vez, Marcela Ceribelli.

Marcela tem 27 anos, sol em câncer, ascendente em peixes e lua em àries (pela relevância dos dados, também percebemos que ela faz parte da galera que ama signos!). Maria Rita e Tom Jobim, seus cachorros, são suas maiores paixões. Depois deles? A Obvious Agency, da qual ela é CEO e diretora criativa.

A Obvious é uma plataforma de produção de conteúdo com narrativas femininas. E Marcela explica: “Feminino nesse caso não tem a ver só com gênero, e sim, com uma visão mais sensível do mundo”. Os serviços da Obvious incluem todo o processo de criação de conteúdo, desde a direção criativa até o plano de comunicação. Sabe quem são alguns dos clientes? Melissa, Puma, Ipanema, C&A… Fraco não, né? Mas além da produção de conteúdo para marcas, a Obvious se considera hoje, uma mídia própria que produz conteúdo independente com um número enorme de seguidores nas mídias sociais e alto nível de engajamento.“Minha missão pessoal nessa jornada é construir uma trajetória de liderança feminina que seja exemplo para a minha filha e pra quem mais servir.” Agora que nossa garota da vez já foi devidamente apresentada, que tal saber quais são as 5 coisas que ela não está nem aí?

 

 

1) Mudanças
“Esse mês completei minha sexta casa em cinco anos e posso enfim dizer que: tudo bem mudar tudo de novo. As caixas já não me assustam, a vida no caminhão é quase simpática e o maior aprendizado é que fui ficando com cada vez menos coisas acumuladas.”

 

2)Televisão 
“Aqui é bem polêmico já que meu namorido assiste 3 filmes por dia e minha mãe trabalha na tv, mas eu realmente troquei desde nova por leitura que é real meu vício. Algumas séries específicas me prendem bastante mas a maior parte do que tento assistir é seguido de uma longa e gostosa soneca.” 

 

3) FOMO (sigla para o fenômeno fear of missing out/ medo de ficar de fora)
“Pode ser a maturidade chegando mas me acostumei a assistir tranquilamente meus stories as 7h com todas as festas que meus amigos acabaram de sair e não me faz nem cosquinha. É muito feliz chegar em um ponto que eu consigo estar nos lugares que eu realmente quero estar e não nos que eu “deveria” estar.”

 

4) Estrias 
“Genética + crescimento rapidíssimo + um amigo cortisol, me deram uma flutuação de peso durante a adolescência que me deixaram com algumas (várias) estrias. Mas eu realmente não ligo.”

 

5) Ascendente em Peixes
“Aqui é um pouco polêmico porque envolve reclamações de pessoas que eu amo mas eu já aceitei que ter esse mundo particular vai me fazer perder vôos, celular, óculos e ter conversas de 2h sem escutar nada muito bem. Já sofri muito querendo ser mais focada mas hoje em dia consigo reconhecer que ter um mundo próprio com tantos diálogos internos me faz não ter o menor problema de ficar sozinha. Então vai, me perdoem e tá tudo bem.”

 

EXTRA:

06) sorvete de flocos

“ECA.”

 

— ♥ —

 

Publicado em 3 comentários

5 COISAS QUE NÃO DOU A MÍNIMA: Thais Farage

A tag “5 coisas que não dou a mínima” nada mais é do que um espaço para apresentar, divulgar e falar sobre mulheres incríveis, que a gente admira de verdade o trabalho e a personalidade. Até que demorou pra Thais Farage aparecer por aqui porque nosso amor é recíproco e antigo.

Ela é formada em cinema, mas hoje trabalha full time como consultora de estilo e produzindo conteúdo pra internet. Além do próprio blog , de vez em quando ela escreve para o Petiscos, já colaborou com veículos como a Harper’s Bazaar e fez styling da Miá Mello e até do Tite, técnico da seleção brasileira! Até estilista essa mulher já foi gente. Desenhou uma bomber para a marca 3Jolie que foi sucesso de vendas.

O maior xodó do momento para Thais são seus workshops de estilo pessoal no trabalho e estilo exclusivo para mães (que inclusive, já rolou no Espaço Criativo GWS!). E empreender parece que é mesmo a sua paixão. Ela está desenvolvendo uma startup de moda com foco em consultoria de estilo. Mas esse projeto é só para 2018 e ela não quis contar muito sobre, mas certeza que vem coisa boa por aí. Agora que já apresentamos e nos declaramos para Thais, vamos saber quais são as 5 coisas que ela não dá a mínima?

 

 

1- Gourmetização das coisas

“Não sei nada sobre blend de café, prensa francesa, macarron, ano de colheita de uva… tenho pavor-pânico-terror dessa vibe ‘vamos tornar coisas simples em comidas muito sofisticadas’. Gosto de café coado e brigadeiro de colher. Escolho vinho no supermercado pelo rótulo: compro o design.”

2- Roupa e gênero

“Sempre usei roupa ~masculina~ sempre vou usar. compro muito em loja masculina pra mim e muito em departamento feminino pro Miguel, meu filho. eu acho inacreditável existir tênis feminino e masculino, por exemplo, em pleno 2017. Pra mim é uma super militância: roupa é pra expandir não pra limitar.”

3- Tecnologia

“Não tenho tesão nenhum em trocar de telefone toda hora, computador novo, carro que voa, seiláoquê. Saber que tem gente que dorme na porta da Apple pra conseguir ser o primeiro a comprar iphone 8? Não sou eu.”

4- Friends e séries de comédia

“Juro que sou bem humorada e engraçada, mas eu não consigo entender o humor americano, sinceramente. Eu vejo em profundo silêncio. Nenhuma risadinha. Acho chaaaaato.”

5- Programa de turista

“Assim, nada contra, tenho até amigos que fazem, mas eu, pessoalmente, quando viajo, evito os lugares mais óbvios. Não porque eles não sejam legais mas porque eu tenho preguiça de fila, multidão, disputa por ângulo de foto… e, sei lá, acabo preferindo fazer programa que as pessoas que moram na cidade fazem. Curto mais esse jeito de conhecer os lugares.”

— ♥ —

Curtiu as 5 coisas que eu não dou a mínima dela? Se identificou? Se inspirou? Conta pra gente! Quem vocês gostariam de ver por aqui?

Pra acompanhar a Thais Farage: Instagram . Pinterest . Facebook . Blog