Publicado em Deixe um comentário

Ideias de presente para o Dia do Amigo: Até R$100!

No próximo sábado, dia 20, é Dia do Amigo. A gente sabe que a data nem é muito falada e provavelmente pouco “comemorada”. Mas a gente acha que amizade é uma das relações mais importantes que se pode construir na vida. É clichê, mas é aquela coisa da família que a gente escolhe. E isso é muita verdade!

E o pior é que às vezes a gente acaba se afastando de amigos superqueridos. Então tá aí, a desculpa perfeita pra marcar aquela socialzinha, chamar os mais “chegados” e, porque não: trocar presentinhos? Pensando nisso, reunimos algumas sugestões até R$100,00. Mas não esqueçam: é tudo uma desculpa pra se encontrar e botar o papo em dia! :)

1- Brinco Diamond Color – Loja GWS – R$29,90

2- Monalisa For Destruction (artista Will Knack) – Urban Arts RJ – a partir de R$49,00

3- Rasteirinha azul – Olook – R$69,90

4- Boné Caveira – HomeGrown – R$89,00

5- Bolsa coruja – Loja GWS – R$59,90

6- T-Shirt Headphone masc. – Wolnner – R$89,90

7- T-Shirt masc. estampa caveira – C&A – R$19,90

8- Camiseta masc. Revolution Rock in Rio – Leader – R$39,99

9- Regata PUNK – Espaço Fashion (ref: 3100226) – De R$199 por R$60 na liqui

10- Sandálias Rock in Rio – Ipanema – R$24,99

Publicado em Deixe um comentário

Razões certas para ter um relacionamento

razões certas para namorar

 

Vamos falar sobre as razões certas ter um relacionamento? O dia dos namorados de uns tempos pra cá tem sido mais uma disputa solteiros x comprometidos do que de fato uma data para celebrar o amor (gente, sem discurso que é uma data comercial, blá, blá, blá. Vamos ver a vida pelo lado bonito, ok? hahha)

Eu já estive nos dois lados da moeda. Tive namoro de 6 anos, já morei junto, tive namoros curtos, namoros que não valeram à pena, namoros que me fizeram muito feliz e namoros que acabaram com a minha autoestima.

Faz pouco tempo que terminei meu último namoro. Estou solteira há exatos 3 meses. Foi um relacionamento curto, 6 meses pra ser mais precisa e antes disso, eu já estava solteira por 3 anos.

Então posso dizer, com conhecimento de causa, que nos dois casos fui e sou feliz.

Tem gente que namora por todas as razões erradas… Por carência, pra não ser a “encalhada” do grupo, por medo de ficar sozinha. Já vi garotas lindas (por dentro e por fora) serem humilhadas por namorados, já ouvi histórias de outras que choravam todo dia por estar com um cara que não confiavam, já vi garota se magoar profundamente mas “engolir” porque aquilo era “melhor” do que ficar sozinha.

Tem muita gente solteira pelas razões erradas… aqueles que acham que amor e prisão são sinônimos, que acreditam que se entregar a alguém, é quase uma sentença de morte.

Tem gente que namora pelas razões certas. Porque o outro te faz feliz, te passa segurança, tranquilidade, te faz querer ser alguém melhor. E tem os solteiros por todas as razões certas: Porque sabe que não está pronto para dividir sua vida com alguém, por saber que ainda não encontrou uma pessoa que de fato, balança o coração, porque quer se conhecer melhor antes de ter alguém na sua vida.

O resumo desse estive pensando é esse. Seja você comprometida ou solteira, seja pelas razões certas. E APROVEITE tudo de melhor que os dois mundos têm para oferecer.

E não me venha com essa conversa de que “tô solteira por opção dos outros”! Se um cara não te quer, você tem que querer menos ainda. E não é papinho de “superior” não. Pensar assim é saber que você tem muito a oferecer. É saber que você merece ser amada e se o cara não te ama, ou não está de peito aberto para te amar, qual sentido de correr atrás dele? Lembre-se: antes só do que mal acompanhada, sempre!

Já diziam as maravilhosas The Marvelettes lá nos anos 60: “Don’t waste your time on a fella who doesn’t love you”. Eu levo isso ao pé da letra. Um dia o cara certo chega. E se não chegar, acredite! A vida não é final de novela ou conto de fadas. A mocinha pode ser bem feliz sozinha.

Solteira ou namorando: Se ame, se respeite, se valorize. A dica de ouro, não interessa qual seu status no facebook: “Don’t go for second best baby” Já dizia a semi- deusa Madonna.

Feliz dia dos namorados, para todos os razões certas.

Publicado em 2 comentários

Traição no relacionamento da amiga: Contar ou não contar?

.Vez ou outra, nos deparamos com uma situação extremamente difícil: presenciamos o namorado de uma amiga se pegando com outra pessoa. De posse de uma informação tão potencialmente devastadora como essa, é complicado decidir como agir.

 

Traição no relacionamento da amiga, contar ou não contar?

 

Traição no relacionamento da amiga

Pra muitas meninas esse post nem faz sentido porque a atitude a tomar é óbvia: ir correndo contar tudo pra BFF. Mas quem tem um pouco mais de experiência no assunto sabe que as coisas não são tão simples.

A depender da natureza do relacionamento e do grau do envolvimento dos dois, existe uma grande possibilidade de que a pessoa enganada se deixe levar pelo papo do canalha.

A dor de ser traída é tão grande que a menina inconscientemente prefere acreditar que não foi bem assim, que tudo não passa de um engano e o namorado é mesmo tão maravilhoso quanto ela sempre acreditou.

Pra pessoa que teve a coragem de contar, esse é um cenário dos mais horrorosos. Ao invés de ser reconhecida como uma amiga fiel, que é o que se esperava, ela passa a ser vista como uma criatura precipitada, equivocada. E a depender do nível de ilusão da outra, talvez até invejosa. Afinal, se o namorado é esse cara tão especial, o mundo inteiro deve ter uma quedinha por ele, não é?

Em uma situação como essas, é importante ter muita sensibilidade. Antes de tomar qualquer decisão, não deixe de considerar o tipo de relacionamento dos dois, o momento que a sua amiga está vivendo e o grau de paixão enlouquecedora que ela está sentindo.

Escolha bem as palavras e seja o mais compreensiva possível com a BFF. Tente não ficar chateada se ela não acreditar em você imediatamente: o mais provável é que ela só esteja precisando de um pouco de tempo pra ficha (ou pra máscara dele) cair.

Por Helena Martinelli

Publicado em 7 comentários

Amizade também precisa de amor, carinho e dedicação

“A amizade não se busca, não se sonha, não se deseja; ela exerce-se (é uma virtude).” –  Simone Weil

Existe entre nós uma crença generalizada de que as verdadeiras amizades não se desfazem “mesmo que o tempo e a distância digam não”. Ser humano romântico que sou, também já partilhei dessa ideia, mas hoje, confesso, morro de medo dela.

Se a plantinha a gente esquece de regar, pro grande amigo a gente deixa de ligar, sair junto, mandar um email, lembrar do aniversário… Tudo isso, se fiando naquela deliciosa sensação de que continua tudo igual quando, vez ou outra, a gente o encontra. Até que chega um dia em que essa sensação dá lugar a um vazio terrível e à compreensão tardia de que aquela amizade tão linda e tão importante agora só existe em lembranças e fotos antigas.

Meninas, não deixem isso acontecer. Curtam as novas turmas, o novo colégio, a nova cidade, o novo namorado, a nova vida, mas não deixem de lado as verdadeiras amizades. E se sentirem que estão sendo “abandonadas” por amigos queridos, não sejam orgulhosas e digam isso a eles. Não deixem seus cactus morrerem de sede.

— ♥ —