Publicado em Deixe um comentário

Correspondente Kipling: Linha TwoTone + Customize sua Mochila

Primeiro post oficial como Correspondente Kipling: uhul! Que alegria. Vocês não sabem como fico feliz de conseguir trabalhar com marcas que gosto e acredito de verdade.

Tá, mas vou deixar o blá blá blá emotivo de início de ano de lado para falar logo da novidade. São duas coisas boas que vim contar para vocês hoje.

Uma: a linha TwoTone da Kipling está de volta! Linda, diva. Para quem não conhece, explico rapidinho.

Esta coleção foi lançada em 2013 e fez o maior sucesso.  Este ano elas estão voltando em duas combinações de cores novas: Rose Fleur & Vivid Purple e Vivid Purple & Vivid Turquoise, dá uma olhada nelas aqui em baixo.

twotone_kipling

Achei muito bom para quem está na escola ou na faculdade e tem muita coisa pra carregar. A linha vem com quatro tipos de mochila, dois estojos, um fichário e uma bolsa.

A segunda coisa que vim contar é: tá rolando um concurso mara para quem já é fã da Kipling e tem a ver com um assunto que a gente conhece bem, customização.  Primeiro de tudo, olha que f*** os prêmios:

– Um kit de produtos Kipling (uma mochila Class Seoul, um estojo 100 Pens e um fichário New Storer)

+

– Linha completa de Papelaria Kipling (composto por cadernos universitário de uma e dez matérias; caderno colegial; caderno 1/8; uma caderneta tipo moleskini grande; uma caderneta tipo moleskini pequena e uma agenda 2014.)

+

– Até quatro pares de ingressos para os dois dias de festival Lollapalooza.

Para participar é tranquilão e acho que vocês vão se divertir fazendo: Customize uma mochila sua antiga da Kipling e pronto. Vale tudo, colagem, canetinha, aplicações. Só não pode remover o logo da Kipling nem mudar de lugar.

Depois é só mandar uma foto da sua nova mochila para [email protected]

As três customizações mais criativas e bonitas vão levar os prêmios.

Quero muito ver leitoras do GWS ganhando! Para dar uma inspirada, catei loucamente ideias de customização para vocês.

customização_kipling

E ó, se vocês precisarem de dicas, quiserem mostrar a ideia de customização ou qualquer coisa do tipo, podem me mandar e-mail ([email protected]). Juro que corro para responder rápido. Os prêmios são muito legais, faço de tudo para ajudar vocês a ganhar!

Para saber mais do concurso, só entrar no blog da Kipling e não esqueçam de ler o regulamento. ;)

Publicado em Deixe um comentário

Comprando óculos de grau pela internet + Promo com a Lema21

Tomei coragem e gravei um vídeo. É muito estranho falar pra câmera como se você tivesse falando com pessoas, então tô me sentindo uma vencedora na vida bloguística! o/
Bom, e o assunto vocês já vira aí no título do post. Se ficou afim de assistir é só dar o play!

httpv://youtu.be/B8RT7dy5-rM

Óculos que eu experimentei no vídeo:
1º: Velma – cor: amber tortoise
Ian – cor: blonde tortoise
Gandi – cor: amber tortoise
Valentim – cor: striped blonde
Curtiu a experiência com a Lema21?
Nós descolamos um óculos de sol lindão com eles para dar para vocês. É bom pra conhecer a marca, a qualidade e tudo mais que falei no vídeo.
lema-21
Como participar:
1 – Siga o GWS (@girlswstyle) e a Lema21 (@lema21eyewear) no Instagram
2 – Poste uma foto no Insta com o tema “Eu <3 Óculos”. Solte a criatividade!
3 – Coloque a hashtag #LemaGWS
Prontinho!
Importante:
Seu perfil no Insta precisa ser aberto. Se não, a gente não consegue visualizar a foto!
Resultado:
Sai dia 07/10 e nós vamos divulgar através da Fanpage e do Insta do GWS. Curte / Segue lá para saber se você se deu bem!
Boa sorte, girls!

ATUALIZADO:

Nós amamos as participações de vocês no insta! Ao todo, foram 62 inscrições usando a hashtag #LemaGWS!! o/

Mas quem caprichou na foto e ganhou nosso coração foi a @brizafernandes. Olha a foto dela aí:

photo

PS: Por favor não comentem falando o que acharam do vídeo. Eu não vou aguentar ouvir críticas. Juro!

 

Edição do vídeo: Julio Matos
Publicado em Deixe um comentário

O que aprendi sobre sexo com a Madonna

Se você ainda tinha dúvidas que o GWS é um blog diferente dos outros, vai ter certeza agora por quê, sim, nós vamos falar de sexo.

Depois de muito pensar em diferentes maneiras de fazer este post, a única frase que ficou na minha cabeça foi o que meu namorado falou quando contei sobre a ideia: “Você não vai falar igual aquela tia chata do Altas Horas não, né?” Não que eu seja uma tia, mas qualquer mancada no tom da escrita poderia me fazer soar como uma. E só tinha uma pessoa que poderia me defender nesta situação: Madonna.

Como somos grandes amigas Como ela fez com muitas garotas dos anos 80, preciso mostrar para vocês como as letras, música, moda e atitude da Madonna podem mudar sua vida sexual (e amorosa). Seja inexperiente ou fanfarrona, tem três músicas da era clássica dela com as dicas mais valiosas já vistas (na cama).

Dica 1: Não se contente com quem não te dá tesão

 

Tem garotas que transam só por diversão. A maioria transa com muitos sentimentos envolvidos. Outras ainda não transam. Independente disso, Madonna ensinou em Like a Virgin que não tem nada melhor do que sentir calafrios, vontade, tesão.

A gente pode se enganar pensando que se não tiver sentindo isso, não transa. Mas falando a verdade, quem nunca foi em frente sem muita empolgação? Até se você for virgem, sei que pode estar pensando em se entregar (que brega) para um cara que não te deixa a fim. No sentido sexual, óbvio.

Por que fazemos isso?

Achamos que não vamos encontrar coisa melhor? Mais uma mentira que a gente conta pra nós mesmas. É claro que você vai encontrar coisa melhor. Só pra constar: fazer amor com você mesma é melhor do que uma transa sem tesão.

Também tem as chances de você pensar que é assim mesmo. Mais uma vez, coloca a mão na consciência (hahahaha). Até na novela das 21h a gente consegue ter noção de como fica um casal empolgadão.

Ou achamos que o amor vence qualquer barreira. Pode até vencer, em casos atípicos de duas almas tão profundamente conectadas que não precisam nem dar umazinha pra se sentirem completos na relação. Em todos os outros casos, não, o amor não vence qualquer barreira.

Quando você tem um namorado (a) que te ama e vice-versa, mas as coisas não estão indo bem na cama, é hora de tomar as rédeas da situação. Nem sempre conversar é a melhor solução, tem gente que não lida bem com papos assim.

Pode ser que dê pra dar uma de flanelinha de transa durante o rala e rola. Ou um pedido meigo e amoroso para estender as preliminares… quem resiste? Só não deixe estar. Não faz bem pra você, nem pra relação.

Dica 2:  Você merece um cara maneiro, não um babaca

 

A menos que você faça parte da parcela de garotas que não tá nem aí se vão te explanar ou não liga a mínima se ele não te ligar no dia seguinte. Se este é seu caso, pule para a próxima dica.

Express Yourself é um hino pra mim. Já me tirou das piores ressacas amorosas e me ensinou a agir quando não sabia o que fazer pra conquistar o meu namorado. Mas voltando ao foco do sexo puro e gostoso, a letra é clara “What you need is a big strong hand / To lift you to your higher ground / Make you feel like a queen on a throne”.

Se ele só olha pro próprio pau, se não te faz um elogio, se não fica na cama com você quando o sexo acaba, se não segura a sua cabeça pra não bater na quina da mesinha de cabeceira, cai fora. Simples assim.

Dica 3: Confie no seu taco e solte a imaginação

Quem sente vergonha não sabe o que pode fazer para dar aquele plus na hora do sexo. Pode ser uma fantasia, pode ser falar umas coisinhas dirty ao pé do ouvido, pode ser usar brinquedos eróticos. A falta de confiança, autoestima ou muita timidez nos privam de prazeres que a gente, obviamente, nem imagina.

Se você não conseguir se livrar destes “hábitos” sozinha, vale a pena pedir ajuda para o seu lover. Ou começar uma terapia ou uma aula de stilletto. Este último eu posso afirmar que funciona que é uma beleza, tô fazendo há uns 2 meses e amando.

Ser você mesma, seguir seus instintos e suas vontades só vai te trazer boas surpresas e quem sabe, até pode te render um orgasmo. Tô torcendo! hehehe pra finalizar, a grande última dica da Madonna: “And I’m not sorry,It’s human nature.”