Publicado em Deixe um comentário

Vem, gente: Palestra GWS sobre empreendedorismo no Festival “Eu tô na Nuvem”

Estamos chiques, meu amor! Dia 20, nesta sexta, eu (Carol) vou fazer uma palestra aqui no Rio sobre empreendedorismo digital no Festival “Eu tô na Nuvem”, que vai rolar a partir das 16h no Parque das Ruínas, em Santa.

O lugar é lindo, a propósito.

convite-gws-eu-to-na-nuvem

Mas o que é este festival? 

O Eu tô na Nuvem é uma mostra competitiva de conteúdo mobile. Para simplificar: é uma espécie de Instamission. Todo mês o @eutonanuvem propõe um tema fotográfico e as pessoas que quiserem participar só têm que clicar e colocar a hashtag #eutonanuvem. No fim do mês é escolhida a melhor foto e o ganhador, além de ganhar prêmios e seguidores, vai ter sua foto exposta no Festival, que rola dias 20 e 21.

E o que o GWS tem a ver com isso?

Fui convidada pelos organizadores do evento para dar a palestra “Tem medo de empreender na internet? Vai com medo mesmo.” A ideia é contar como surgiu o GWS e de quebra, inspirar as pessoas que estiverem lá a dar os primeiro passos em seus projetos digitais. E adivinha? Eu tô com medo da responsabilidade de dar uma palestra sobre este assunto tão importante na vida de nós três aqui do blog. Mas vou com medo mesmo.

O que vai rolar?

SEXTA – 20/12

16h00 – Abertura

18h30 – Valter DeGaudio (Mercado de Imagens)
Boas Vindas

19h00 – Carol Guido ( GWS – Girls With Style) 
“Tem medo de empreender na internet? Vai com medo mesmo.”

19h30 – @Dona_Gil (Instagrammer e idealizadora do @ColorindooInstagram)
“Celular não faz mágica. Mas tira boas fotos.”

20h00 – Victor Gaudio (CEO da Agência 4tuna)
“O diálogo entre eventos analógicos e digitais.”

SÁBADO – 21/12

17h às 18h – @DelmiroJunior (Fotógrafo e criador do @MaiordoMundo), @MMourao22 (Instagrammer e vencedor da melhor foto do ano no @Rio365), @GabriMattos (Diretor de Novas Mídias da Agência 4tuna).
Mesa Redonda: O Instagram e sua comunidade, como as # se multiplicaram.

Para saber mais sobre o evento, aqui o link no Facebook.

E aí, nos vemos sexta?

Publicado em Deixe um comentário

Expectativas, trabalho, felicidade e Geração Y

O que vocês pensam sobre a busca por uma atividade que te deixe mais feliz e não seja só uma forma de ganhar dinheiro? É possível ou é só ilusão? E quais as suas expectativas em relação ao futuro? Você se sente uma vítima do esteriótipo da sua geração? E aí, como lidar com isso?

Aahhhhh!!!

Ei, dono do The Sims da vida real, dá parar um pouquinho de jogar? Pode dar um tempo para a galera que tá aqui na linha de frente respirar?

Olha, quem quer que seja que te responda isso, é quase certo que vai te fazer pensar que não, que não dá tempo. Mas é mentira.

Por isso queria muito compartilhar com vocês alguns links que tenho visto pela Internet e que tem sido super importantes para as minhas reflexões. Vai que te ajuda também, né? Tem muita coisa útil, muitas experiências dos outros que agregam à nossa própria vida, muita inspiração e algumas explicações. Espero que curtam. =)

– Pensou que só de “stay hungry, stay foolish” vive um belo discurso de formatura? Neil Gaiman deu os melhores conselhos que já ouvi neste vídeo:

http://vimeo.com/uartsphilly/neil-gaiman-addresses-the-university-of-the-arts-class-of-2012

 

large

– Um casal se preparou e foi buscar o que importava para eles. Vale a pena largar tudo em busca da felicidade?

busy-crap

– “Oi, não sei se vou poder ir.” “Ai, ando tão ocupada ultimamente.” “Tô na correria.” Leia este artigo do NYT  e corte o que não cabe mais na sua vida: The Busy Crap

GYPSY expectation

– A explicação sobre por que nós, da geração Y, somos como somos. Why generation Y yuppies are unhappy.

dumbledore

– Mais um vídeo (não consegui embedar) maravilhoso. O professor de ética Clóvis de Barros Rodrigues foi no Jô e falou umas coisas lindas sobre ser feliz no trabalho. E a plateia aplaudiu de pé. Clica pra ver.

continue-curioso

– Um projeto que mostra a vida de pessoas que resolveram ir viver seus sonhos. Continue Curioso.

motor-home

– Resolveu viver sua aventura pessoal? Saiba como é e quanto custa morar em motor-home.

 

Agora é com vocês. E se tiverem mais links e vídeos que te inspirem, deixem nos comentários! Tenho certeza que não sou só eu que vou adorar.

*Thanks Carol Alt, que tem feito posts lindos no Facebook e sem saber, me inspiraram a fazer este compilado. 

Publicado em Deixe um comentário

Como foi trabalhar 7 dias no Rock in Rio

Não sei se vocês acompanharam pelas redes sociais (@girlswstyle), mas eu tive a oportunidade de fazer um freela muito legal esses dias. Trabalhei na área de Novas Mídias do Multishow fazendo conteúdos para as redes sociais (@multishow). E foi uma experiência muito legal! Mil obrigadas pra Patty Laure, que me indicou e foi muito parceira comigo durante todo o tempo!

rir-6

1. Visita antes de começar pra fazer reconhecimento de terreno!

2. Montanha Russa + final de tarde lindo

3. Camarins do palco Sunset

4. Cartaz colado no banheiro da sala de imprensa do Palco Mundo

É uma correria sem fim! A gente chegava na Globosat 12:30h, de lá uma van levava a gente pra Cidade do Rock, dava um tempinho de logar tudo no computador que fica numa base atrás do palco Sunset, almoçar bem rapidinho e já começar a correr atrás de fotos dos artistas, do lounge, dos apresentadores, anunciar início de transmissão, de show, etc.

rir-2

1. Samuel Rosa saindo do palco (lindo e simpático!)

2. Uma das surpresas boas do line up: Vintage Trouble

3. Equipamentos e mais equipamentos

Ali atrás também fica o estúdio do Multishow, onde os artistas dão entrevistas e os apresentadores comentam o festival. Foi bem legal conhecer a Titi (ex MTV <3) e mudar completamente de opinião em relação ao Lucas (Fresno), que menino simpático! E posso falar? Achei que ele foi um dos melhores apresentadores da edição. Muita gente reclama, mas fazer ao vivo não é pra qualquer um não! A gente também podia subir no palco (olhar o show de trás) e entrar no fosso pra conseguir um momento maneiro do show.

rir-3

1. Show do Offspring

2. Kevin “Noodles” Wasserman na porta do camarim

3. Eugene Hütz (Gogol Bordello) posando pra foto!

No lounge ficam também os camarins do palco Sunset e os artistas e convidados ficam colocando o papo em dia, assistindo a transmissão num telão e se refrescando com um picolé, refrigerante ou uma cervejinha (liberados pra quem tem a pulseira de acesso). E os produtores correndo de um lado pro outro! rsrs

rir-1

1. Eu tietando Samuel Rosa <3

2. Frejat passando o som

3. Pepeu Gomes e David Moraes depois do show

4. Frejat sendo lindo. Único artista do palco Mundo que eu consegui ver, mas quando fui pedir foto junto, ele já tinha virado e não viu! :(

Às 18:30, começam os shows do palco Mundo. Aí a coisa toda muda! Desloga tudo, pega sua mochila e corre lá pro outro lado onde a estrutura é bem maior, mas tem muito menos “glamour” hahaha. Atrás do palco Mundo, o Multishow também tem um estúdio, mas os acessos às essas áreas são bem mais restritos e geralmente variam por conta do artista (A Queen Bey, por exemplo, mandou fechar a passagem atrás do palco enquanto ela chegava! E mesmo que você estivesse trabalhando e precisasse passar ali por trás, teria que esperar!).

apresentadores-multishow-rir

1. Titi Müller

2. Dedé Teicher

3. Titi e Guilherme Guedes (mulherada passa mal com ele!)

4. Lucas Silveira (menino gente boa)

Lá tem uma mega estrutura, com várias salas onde fica todo mundo que trabalha pra fazer a transmissão acontecer. É quase impossível conseguir ver ou falar com algum artista que se apresenta no palco Mundo, a não ser que ele dê entrevista, aí vc vai lá no estúdio rapidinho e faz um flagra! Os camarins esse ano, ficaram lá no Rio Centro (do lado de fora da Cidade do Rock). O bom é que com a credencial você pode passar ali de trás para a frente do palco por vários acessos e tem um que é bem do ladinho do palco! Mas nós acabamos assistindo os shows da lateral, meio de longe mesmo, todo mundo (que podia) junto.

Opa, já são 22:30h, lembrei que tô com fome! Sim, a correria é tanta que você esquece um pouco de comer (mas os 50 picolés que tomamos lá no Sunset também ajudam, né!).

galera-rock-in-rio

1. Uma parte da galera que saiu pra ver o JT!

2. Eu e Lucas Landau (“conte comigo, como conto contigo”)

3. As três já meio bêbadas (só um pouquinho!)

4. Patty Laure, já velha conhecida de quem acompanha o blog! <3

A dinâmica por aqui é um pouco diferente… tem uma televisão dentro da sala pra gente acompanhar tudo, os fotógrafos podem ir no fosso fotografar, geralmente por 3 músicas (depende do artista), voltam, entregam o cartão de memória pra designer que trata as fotos e manda pra gente (conteúdo). Um produtor chama no rádio e você corre lá no estúdio pra conseguir uma foto exclusiva… Mas como os acessos são menores, o trabalho acaba ficando mais leve. As piadas rolam soltas, a equipe já tá entrosada, invadindo o facebook do amigo que SEMPRE esquece aberto, criticando show que não gosta, morrendo que não conseguiu dar uma escapadinha pro show que queria…

rir-4

1. Sebastian Bach fazendo graça

2. A linda da Mallu Magalhães antes de entrar no palco

3. Esse aí é o Dexter Holland, que fez exigência de não ser fotografado de close e só da cintura pra cima. Quando ele saiu do palco (essa hora aí), os seguranças jogaram uma lanterna e a foto ficou muito escura, mas eu clareei no photoshop! Hahaha

Aliás, e pra assistir os shows? Como faz? Em alguns rolou aquele revezamento amigo (Eu vi Frejat inteiro e a Patty não perdeu o John Mayer!), mas já naquele finalzinho… a gente pede pro chefe (que não quer nem saber de ir pra multidão ver show) pra quebrar o galho pra gente! Hahaha.

Acabou o show, corre lá pra dentro, desloga tudo, pega suas coisas e anda até o Rio Centro pra pegar a van de volta pra casa. A média do horário de chegada é 4:30h e depois de 3 dias até o porteiro já tá sentindo dó de vc! Água no corpo e cama porque amanhã começa tudo de novo, 12:30 na globosat pra não perder a van!

rir-5

1. Eu numa tentativa de look do dia. Hahaha

2. Meu nome nos créditos! Maior emoção!

3. No último dia, os produtores chamaram a equipe inteira do Multishow pro estúdio pra tirar uma foto coletiva!

Na segunda semana, parece que nem teve intervalo de 3 dias de tão cansado que tá o seu corpo. Você não quer acordar, jura de pé junto que vai ficar quietinha sem assistir mais nenhum show só pra descansar (o que obviamente não acontece). Mas quando acaba você se sente tão aliviada quanto triste! Posso ser boba, mas foi uma das experiências profissionais mais legais que já tive! :)